Informação & Inovação

Aumento no Pedágio: mais rodovias paulistas entram no “bolo”

Chuva e rodovia

Aumento no Pedágio: Não é só a Rodovia dos Tamoios que terá aumento no preço do pedágio. A partir de 00h desta sexta-feira (16) há outras rodovias paulistas que entram no “bolo” – conforme divulgado pelo Diário Oficial na quarta-feira (14).

Como em alguns casos, os das concessionárias Autoban, Rota das Bandeiras, ViaOeste, Cart, ViaRondon, SPVias, Rodovias do Tietê, Ecovias, Ecopistas, Rodoanel Oeste e Rodoanel trechos Sul e Leste.

O aumento é de quase 12% (11,73%), como nas rodovias Anchieta, Imigrantes, Anhanguera, Bandeirantes e Rodoanel.

Aumento no Pedágio
Reprodução

Aumento no Pedágio = inflação acumulada

De acordo com o comunicado, trata-se de um reajuste à inflação acumulada entre o período de junho de 2021 a maio de 2022, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Já as concessionárias Tebe, Intervias, Triângulo do Sol, Renovias e Colinas, que controlam estradas no interior do estado, vão ter reajustes de 10,72%.

Os contratos de concessão dessas rodovias, segundo a Artesp, estão indexados ao Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), por isso a diferença no percentual de reajuste.

Aumento no Pedágio
Reprodução

Nota da Artesp

Em nota, a Artesp afirma que a correção dos valores estava inicialmente prevista para julho, mas foi adiada pelo governo do estado devido à “sensível conjuntura econômica existente na ocasião.

A interferência foi a alta da inflação e alta desenfreada dos preços, em especial, de combustíveis, que causaram efeito cascata no bolso do consumidor”.

ApVale News: Aline Felix

Veja também:

Pedágio da Tamoios fica mais caro

Mick Schumacher entra como piloto reserva na Mercedes

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp