Informação & Inovação

Automedicação: os perigos do consumo por conta própria

Automedicação

Automedicação: Em relação ao consumo por conta própria de medicamentos  que necessitam de receita para a compra, o uso excessivo e indevido e a falta de adesão ao tratamento são os principais riscos.

Saiba que, conforme o tipo de automedicação, há a possibilidade de surgirem consequências graves, como resistência a bactérias (antibióticos), dependência (calmantes) e até morte.

Automedicação
Reprodução

Anti-inflamatórios e antibióticos são recordistas 

Pesquisa Proteste: Quando questionados sobre os tipos de medicamentos comprados sem receita no último ano, os entrevistados citaram como principais os anti-inflamatórios (56%) e antibióticos (35%).

Além disso, entre os que compraram um antibiótico sem receita médica, 49% argumentaram que foi para tratar sintomas de gripe; 7%, cistite ou infecção urinária; e 7%, dor de dente.

E ainda, entre os que têm sobras de antibióticos em casa – 46% do total de respondentes –, 38% tomaram o medicamento pelo menos uma vez nos últimos 12 meses, sem informar nenhum profissional da saúde.

Automedicação
Reprodução

Automedicação: 68% usam como principal fonte a Internet

Quem nunca pesquisou as possíveis causas de algum sintoma na internet, que atire a primeira pedra. De todos os brasileiros respondentes que se automedicam, 68% usam como principal fonte a Internet.

Afinal, a facilidade de acesso à informação traz hoje, como uma das principais consequências, a possibilidade de conhecer tratamentos, seus efeitos e suas prescrições.

Isso é o que mostra os resultados da nossa pesquisa sobre automedicação: 79% dos entrevistados buscam informações on-line sobre os seus sintomas, antes de se consultar com um médico.

Automedicação
Reprodução

Contudo, tenha em mente que a automedicação está longe de ser uma prática completamente segura, já que o remédio pode acabar virando veneno.

Portanto, mesmo que a sua vida ande corrida e até falte tempo para agendar uma consulta ou enfrentar filas na emergência, saiba que a medida traz graves riscos. Não brinque com sua saúde, consulte um médico.

Apvale News: Aline Felix

Leia também:

Aposentadoria para autônomos: como funciona?

Cadê a última parcela do meu 13º salário?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp