Informação & Inovação

Cenoura e abobrinha puxam a inflação dos alimentos

Cenoura: Depois da “pancada” que foi o aumento de combustíveis, os alimentos vão certamente ser o próximo a dar susto nos consumidores. E estes alimentos são os básicos da cozinha brasileira.

Segundo o relatório do IPCA, divulgado nesta sexta-feira, 11, pelo IBGE, a cenoura, muito apreciada em saladas e pratos dos brasileiros acumulou alta de 55,41% em fevereiro.

Cenoura
cornershop

No acumulado de 12 meses, o crescimento surpreende ainda mais: 83,42%.

De acordo com o instituto, a inflação cresceu 1,01% – a maior taxa para o mês desde o ano de 2015. No período acumulado de 12 meses, o aumento foi de 10,54%.

Alimentos

Além da já citada cenoura, outros alimentos apreciados pelos brasileiros também pesaram, como é o caso da batata-inglesa, que teve um aumento de 23,49% na variação mensal.

Cenoura
ceagesp

E tem mais: a abobrinha teve alta de (34%) e repolho (27,7%). O grupo de alimentos e bebidas registrou avanço de 1,28% em fevereiro, atrás somente da alta de 5,36% da educação.

No acumulado de 12 meses, vários alimentos se destacam, como o nosso tradicional café (61,19% de alta), o mamão (57,24%), a melancia (50,11%), a mandioca (46,23%) e o açúcar refinado (43,77%).

Por Apvale.News – Robson Soares

Veja ainda:

Sem cerveja: Heineken suspende produção na Rússia

Dicas para comprar Camarão no período de “Defeso”

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp