Informação & Inovação

Chocolate combina com carnes ou cogumelos?

Chocolate

Chocolate combina com o quê? Caramelo, amendoim, leite condensado, torta, bolo? Certo. Mas e se tirássemos ele da cozinha doce e levássemos para a salgada, será que daria certo?

Claro que sim! Até porque, apesar da nossa memória gustativa e registros culturais afirmarem que ele tem de ser doce, a pasta de grãos torrados e fermentados de cacau que dá vida aos tabletes levou literalmente séculos para encontrar o açúcar e o leite.

Chocolate
Divulgação

Muito antes do descobrimento da América, os imperadores astecas já consumiam o chocolate em cerimônias como bebida energética, chamada “xocoatl”.

De sabor amargo, adstringente e picante, era preparada com água e muitas vezes engrossada com farinha de milho, e temperada com castanhas e pimenta.

Chocolate foi descoberto no século 16

Foi só no século 16, quando chegou à Europa, que passou a ser consumido – ainda apenas como bebida quente – com canela, baunilha e um pouquinho de açúcar, que naquela época tinha status de tempero nobre.

O formato em barras, para ser comido puro, e o leite, que trouxe suavidade e maciez à mistura, só viriam a ser incorporados quase três séculos depois, durante a Revolução Industrial. Daí, para cair no gosto popular, em formato de bombons ao leite, foi um pulo.

Apesar disso, o chocolate nunca parou de ser usado em receitas salgadas. Ainda que hoje vistas quase como exóticas em todo o mundo.

Com exceção do México, onde os moles poblano e negro – tipo de molho feito com pimentas, frutas secas, castanhas e chocolate amargo – são parte fundamental da cultura gastronômica e por isso encontrados em diferentes versões por todo o país.

Chocolate
Divukgação

Combinações

Nas mãos dos cozinheiros mais ousados, o chocolate tem ido muito além dos doces e sobremesas, combinado com os mais variados ingredientes, de carnes a macarrão.

Isso graças às suas nuances de sabores que podem variar do herbal ao floral, do picante ao ácido, do amargo ao frutado, dependendo da origem, da variedade de cacau, dos tempos de fermentação e torra das sementes, e da própria formulação.

Mesmo na confeitaria é possível tirar o chocolate do lugar-comum.

Por Apvale.News – Robson Soares

Veja ainda:

Nova lei pode conter reajuste na conta de luz

Operações de crédito para Micro e Pequenas Empresas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp