Informação & Inovação

Cidades Inteligentes: São José é a primeira certificada

Cidade inteligente

Cidades inteligentes são de certa forma “a menina dos olhos” de gestores públicos no Brasil. O país tem uma projeção de crescimento de 23% deste projeto em cada ano até 2024, segundo a empresa de consultoria e pesquisa tecnológica Technavio.

As cidades inteligentes são lugares que utilizam recursos tecnológicos para melhorar a qualidade de vida da população.

O prisma deste projeto da prefeituras são as áreas de governança inteligente, a qual associa o uso da tecnologia e o envolvimento da comunidade, principalmente dos moradores, agregando a otimização de suas ações.

São José dos Campos foi certificada em março como a primeira Cidade Inteligente do Brasil. A certificação foi concedida pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) com base em três normas internacionais NBR ISO (37120, 37122 e 37123) regulamentadas pelo World Council on City Data, instituição ligada à ONU (Organização das Nações Unidas).

São José dos Campos passou por um processo que levou em consideração 276 indicadores contidos nas três normas em setores como serviços urbanos, qualidade de vida e práticas sustentáveis.

A certificação tem o objetivo não apenas destacar os fatores de aplicação tecnológica mas também detectar as boas práticas de gestão que afetam diretamente a qualidade de vida da população.

Cidade inteligente
PMSJ

Normas de Cidades Inteligentes

Cada uma das normas possui ênfase em tópicos essenciais para o bom funcionamento de um município.

1 – A norma ISO 37120 refere-se à qualidade de vida e sustentabilidade

2 – A ISO 37122, à tecnologia e outros indicadores para cidades inteligentes

3 – A ISO 37123 trata da capacidade de prevenção e ação diante de desastres naturais e à economia da cidade, chamado de resiliência

PMSJ
SJC-SP

O que é uma cidade inteligente?

Podemos definir as cidades inteligentes como locais equipados por diferentes tecnologias, incluindo a inteligência artificial.

O objetivo é tornar as diversas atividades do município mais práticas, rápidas e seguras, beneficiando a população que mora e/ou visita a região.

Sendo assim, o conceito envolve áreas, como:

*Segurança;
*Governança;
*Saúde;
*Economia;
*Saneamento;
*Mobilidade e administração (relacionado ao modo de vida daquele local)

É fundamental destacar que para uma cidade ser considerada inteligente, não basta apenas equipá-la com interfaces digitais ou automatizar operações da cidade.

É preciso utilizar a tecnologia estrategicamente, baseando-se em dados e objetivos claros. Dessa forma, será possível planejar as cidades para gerar benefícios para áreas essenciais da vida da população.

Cidade inteligente
PMSJ

Como a tecnologia pode mudar para melhor a vida do cidadão?

Cidades 4.0, como também são chamadas, contribuem para tomada de decisões eficazes, as quais melhoram a qualidade de vida, saúde, educação e segurança dos habitantes e turistas.

Na área da saúde, por exemplo, uma pessoa consegue acessar vacinas, exames, consultas, internações, entre outras informações médicas, por meio de um aplicativo para smartphone. Assim como, agendar e receber lembretes sobre a próxima consulta.

Na área de governança e segurança, câmeras são distribuídas em locais estratégicos da cidade gerando dados sobre o cotidiano dos cidadãos que podem ser analisados posteriormente. Desde imagens de quais carros entram e saem do município, até de pessoas desaparecidas ou foragidas.

Cidade inteligente
PMSJ

Principais pontos de São José

Entre os indicadores que levaram São José dos Campos à primeira Cidade Inteligente do Brasil estão práticas inovadoras de gestão pública.

Entre eles o CSI (Centro de Segurança e Inteligência), considerado o melhor projeto de segurança do País. A Linha Verde, corredor sustentável com a utilização de ônibus 100% elétricos, também teve avaliação de destaque.

Também foram reconhecidas com nível de excelência o sistema de coleta de resíduos, coleta e tratamento de esgoto, cobertura de 100% da aréa urbana e rural com lâmpadas de LED.

Destaque também para o novo sistema de estacionamento rotativo, semáforos inteligentes, serviço de monitoramento por satélite, análise e detecção de mudanças no território, entre outras iniciativas.

Na saúde, ênfase à quantidade de leitos hospitalares disponíveis, o prontuário médico unificado na rede e a campanha de imunização contra a Covid-19, entre outros.

Os investimentos e ferramentas tecnológicas por meio do programa Educação 5.0. foram um dos destaques da Educação, segundo o processo de certificação.

A ABNT

A ABNT é o único Foro Nacional de Normalização, por reconhecimento da sociedade brasileira desde a sua fundação, em 28 de setembro de 1940, e confirmado pelo Governo Federal por meio de diversos instrumentos legais.

É responsável pela elaboração das NBR (Normas Brasileiras), destinadas aos mais diversos setores. A ABNT participa da normalização regional na Associação Mercosul de Normalização e na Comissão Pan-Americana de Normas Técnicas e da normalização internacional na ISO e na IEC (International Electrotechnical Commission).

Por Apvale.News – Robson Soares

Veja também:

Inflação é a “convidada” do almoço de Páscoa

Ligações de telemarketing ainda não seguem regra do Governo

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp