Informação & Inovação

Cigarro eletrônico tem venda sem restrições apesar de proíbido

Cigarro eletrônico

O cigarro eletrônico é proibido no Brasil. Recentemente, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu por votação unanime pela restrição do item no mercado interno após analisar os impactos à saúde, toxicidade e pesquisas internacionais sobre o tema.

A Anvisa também defende maior fiscalização e campanhas educativas sobre os malefícios e impactos à saúde.

Entretanto, parece o contrário, que existe autorização e total liberdade para compra e venda do artefato no país. Nada é escondido.

Basta buscar nas ruas e lojas do centro de São Paulo. É possível comprar até no atacado. Tem pronta entrega, kit para consumidores iniciantes, intermediários e avançados.

O preço cobrado está na casa dos R$ 70 no varejo e R$ 65 no atacado, mas há aparelhos mais baratos, de R$ 15.

Cigarro eletrônico
Divulgação

Apesar da proibição, chega a ser contraditório a proibição do cigarro eletrônico e a manutenção do cigarro tradicional, com filtro. Para o médico pneumologista João Paulo Lotufo, os dois são péssimos para a saúde.

“Os dois são ruins. O produto tem quase 70 substâncias cancerígenas. No cigarro eletrônico, ele tem uma substância, o material que vaporiza a nicotina no sinal eletrônico é cancerígeno, porque tem metais pesados.

E os sabores que põe no cigarro eletrônico são responsáveis por pneumonia lipídica, ou seja gordura no pulmão. Então, cigarro eletrônico é cigarro.

Ambos produzem a dependência da nicotina”, explica o médico. Lotufo atua sobre a questão das drogas na Sociedade Brasileira de Pediatria e no Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP).

“No Código Internacional Doenças, quem fuma é dependente de uma droga chamada nicotina. O artefato eletrônico mantém essa dependência. Aliás, piora essa dependência, porque o cigarro eletrônico pode ter até 15 vezes a quantidade de nicotina de um produto normal”, argumenta.

Por Apvale.News – Robson Soares com EBC

Veja também:

Cometa chega hoje próximo da Terra

Décimo terceiro salário completa 60 anos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp