Informação & Inovação

Condomínios de Jacareí deverão ter carregador para veículos elétricos

Veículos Elétricos

Veículos Elétricos vem obtendo cada vez mais espaço. Segundo dados da ABVE (Associação Brasileira de Veículos Elétricos) 2021 foi o melhor resultado da série histórica com o recorde absoluto de 34.990 unidades vendidas.

Isto vem provocando mudanças na vida social do Brasil. A  lei 17.336 que entrou em vigor em 31/03/2021 determina que novos prédios construídos na cidade de São Paulo, terão que dispor de sistema de recarga de carros elétricos.

A exigência vale para projetos de prédios comerciais e residenciais registrados na prefeitura de São Paulo a partir desta data. Ou seja, edificações que já estão em andamento não precisam dispor do serviço ou fazer adequações.

A nova lei deve promover mudanças em mais de 1 mil projetos de novos prédios, voltados para as classes A e AB e construídos nos próximos cinco anos na cidade.

Veículos Elétricos
Graiche

Veículos Elétricos em Jacareí

Na região algumas cidades estão se adequando as mudanças, (vale lembrar que cada cidade tem que autonomia para decidir) como é o caso de Jacareí.

A Câmara Municipal aprovou a Lei nº 6.449/2022 que obriga condomínios residenciais e comerciais do município de apresentar solução para carregamento de veículos elétricos.

O texto destaca a validade do projeto para edificações novas, protocolados a partir da data de vigência desta Lei. Contudo prédios já existentes, com 5 anos de existência também estão dentro do escopo do documento sancionado pelo prefeito.

A Lei entrará em vigor 12 meses após a data de sua publicação, sexta-feira (18 de março).

Os condomínios de Jacareí deverão ser adaptados, conforme prazo disposto na Lei, “exceto quando for comprovada a inviabilidade técnica econômica, em função das instalações do condomínio ou de limitação de fornecimento da carga elétrica pela prestadora de serviço”, conforme Art. 2º da Lei.

Veículos Elétricos
PMJ

Registro da Inviabilidade

Nos casos de inviabilidade, esta deverá ser registrada por meio de laudo elaborado por profissional legalmente habilitado nos respectivos conselhos de classe (CREA) ou de declaração da prestadora de serviço elétrico.

Se comprovada a impossibilidade técnica ou econômica, não se aplica esta Lei a empreendimentos resultantes de programas habitacionais públicos ou subsidiados com recursos públicos.

Veículos Elétricos
Habitacional

Recarga dos veículos elétricos

A solução adotada deverá prever o modo de recarga dos veículos elétricos conforme normas técnicas brasileiras.

Deverá ter medição individualizada e cobrança da energia consumida, conforme procedimentos vigentes das concessionárias. E o mecanismo de tarifação deverá prever a possibilidade de tarifação pré-paga.

Com todos os esforços mundiais para a redução da emissão de gases, esta tecnologia dos veículos elétricos estará cada vez mais presente em nosso cotidiano e para tanto os administradores/síndicos deverão estar preparados para a aplicação em seus condomínios.

Por Apvale.News – Robson Soares com PMJ

Veja também:

Estudante atenção, não esqueça do FIES

Prêmio da Mega-Sena sai para 2 sortudos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp