Informação & Inovação

Conheça o pedágio Free Flow da Rio-Santos

Conheça o pedágio Free Flow

Conheça o Pedágio Free Flow, sistema que elimina a necessidade de cabines físicas, já tem preço e data para começar a cobrança automática – meia-noite do dia 31 de março.

A cobrança será feita pela concessionária CCR Rio-SP após autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), conforme publicado no Diário Oficial da União (DOU) da última terça-feira (21/3).

Veículos de passeio pagarão R$ 4,10 nos três pórticos instalados em Paraty (km 538), Mangaratiba (km 447) e Itaguaí (km 414). Já os caminhões pagam conforme o número de eixos.

Veja: Preço do diesel “cai ” para as distribuidoras

Conheça o pedágio Free Flow

Aos finais de semana e feriados nacionais, conforme a concessão, a tarifa terá valores diferenciados para as duas categorias, das 18h de sexta-feira às 6h de segunda-feira.

Conheça o pedágio Free Flow
Divulgação

Litoral Norte “escapa” da cobrança

O sistema é operado nas praças de Itaguaí (km 414), Mangaratiba (km 447) e Paraty (km 538), na BR-101 (Rio-Santos). O valor mínimo cobrado será de R$ 4,10.

A Rodovia Rio-Santos (BR-101) terá cobrança de pedágio em sistema ‘Free-Flow’ no trecho entre Ubatuba e Rio de Janeiro.

São duas maneiras de funcionamento do Free Flow: pela leitura de uma Tag previamente instalada no para-brisa ou pela leitura da placa veicular.

Pra quem tem a Tag, a passagem será cobrada direto na fatura da operadora com o desconto previsto para o usuário frequente.

Conheça o pedágio Free Flow
Divulgação

Cobrança por Whatsapp, Chabot, Pix…

Motoristas que não tenham a Tag instalada no para-brisa poderão recorrer ao autopagamento da tarifa, que pode ser feito por WhatsApp, Chatbot, App ou portal web da concessionária através de PIX ou cartão de crédito.

Ainda segundo a Agência, todos os veículos com TAG (adesivo de pagamento automático) terão 5% de desconto na tarifa de pedágio.

Já os veículos leves com TAG têm desconto progressivo – que podem variar entre 5% e 70% – a partir da segunda até a trigésima passagem, desde que realizadas no mesmo local/sentido, dentro do mês vigente.

Vale lembrar que motocicletas, motonetas, triciclos, bicicletas, ambulâncias e veículos oficiais estão isentos da cobrança.

O pedágio sem cancela iniciou a operação em fase de testes no início de fevereiro. Dessa forma, nenhum motorista foi cobrado nesse período.

ApVale News com Robson Soares

Como administrar App´s para ter mais segurança

 

 

 

 

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp