Informação & Inovação

Copa do Mundo é esperança de vendas na região

Copa do Mundo

Copa do Mundo: Os comerciantes do Vale do Paraíba esperam faturar com as vendas de itens para a Copa do Mundo do Qatar. A competição terá início no dia 20 de novembro.

E não é só a Copa, a Black Friday e o Natal estão na mira dos comerciantes.

O comerciante José Valdecir também espera que o fim das eleições alavanque as vendas.

“Acredito que agora vai chegar uma média de 80 a 90% a mais. A ‘política’ terminou, então, a gente espera que o comércio volte ao normal.

Copa do Mundo
Reprodução

Venda da camisa do Brasil durante a Copa do Mundo

Agora vai concentrar a retomada da venda da camisa do Brasil. Há uns dois meses, o pessoal tinha receio de comprar uma camisa amarela, agora está voltando.

O povo tinha medo de vestir essas camisas, por causa do receio da política que estava ficando como fosse uma guerra. Espero que isso termine em paz, o povo quer trabalhar”.

Há um ano, depois de perder um outro negócio durante a pandemia, Valdecir montou uma loja especializada em camisas de times de futebol em uma galeria da 25 de março. As camisetas custam de R$ 45 a R$ 180.

Copa do Mundo
Reprodução

Prejuízo

Apesar do otimismo dos comerciantes ouvidos pela reportagem, o economista Ulisses Ruiz de Gamboa, lembra que, o evento não costuma ser bom para o varejo.

“A Copa do Mundo é um evento que, de maneira geral, é ruim para o varejo como um todo, pois, principalmente nos dias de jogos do Brasil, os estabelecimentos fecham no horário das partidas e reabrem após o fim do jogo.

Com a proximidade da Black Friday, data comercial com promoções e descontos, as vendas podem compensar os dias fechados, afirma Gamboa.

“O fato de a Copa do Mundo começar a menos de uma semana da Black Friday deverá provocar uma antecipação das ofertas e promoções que seriam oferecidas para esses produtos, o que poderia reduzir as perdas do comércio”, finalizou.

ApVale News: Robson Soares

Veja também:

A programação de finados em São José e Jacareí

Alimentação saudável nas escolas é alvo de pesquisa

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp