Informação & Inovação

Jacareí trabalha projeto de plantio nas escolas

Jacareí trabalha projeto

Jacareí trabalha projeto: O incentivo a agricultura, a exploração de espaços, plantio e cultivo vindo da terra, ou dos rios, deveriam ser uma bandeira levada pelas administrações públicas na maioria das cidades do Brasil.

Mas isto não é uma realidade. Uma vez que não é fácil dar conhecimento e estrutura á população para cuidar bem do solo e otimizar sua colheita.

Este fato é levado á sério pela prefeitura de Jacareí, e começa cedo, através do projeto “Mãos à Horta” que atende atualmente 59 escolas municipais com insumos vindos diretamente da terra, incentiva o conhecimento e o monitoramento do plantio e cultivo de hortas desde os primeiros anos de vida.

Jacareí trabalha projeto
PMJ

Jacareí trabalha incentivo nas escolas

O trabalho conjunto entre as secretarias municipais de Educação e Meio Ambiente e Zeladoria Urbana oferece ferramentas para que sejam aplicadas pelos professores, ações pedagógicas adaptadas à faixa etária dos alunos, desde a creche até o ensino fundamental I e EJA (Educação de Jovens e Adultos).

A manutenção diária das hortas fica a cargo de cada unidade e de toda a comunidade escolar. Os técnicos e estagiários das duas secretarias visitam e acompanham o desenvolvimento das atividades para conferir se estão de forma adequada.

Se o plantio está numa localização correta, se a irrigação está acontecendo no momento e na frequência certa, se a composteira está funcional, entre outras verificações.

Jacareí trabalha projeto
PMJ

O Programa “Mãos à Horta”

O “Mãos à Horta” faz parte do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), que visa o crescimento e o desenvolvimento biopsicossocial a aprendizagem, o rendimento escolar e a formação de hábitos saudáveis dos alunos matriculados na educação básica das escolas públicas, federais, filantrópicas, comunitárias e confessionais do país.

Jacareí trabalha neste projeto por meio de ações de Educação Alimentar e Nutricional (EAN) e da oferta de refeições que cubram as necessidades nutricionais dos alunos, durante o período em que permanecem na escola.

Entre as ações, está este projeto “Mãos à Horta”, que representa um grande e vivo laboratório para diferentes atividades didáticas relacionadas à alimentação, sustentabilidade e a outros temas.

O projeto permite que os alunos vivenciem experiências relacionadas à produção, crescimento e desenvolvimento de seres vegetais e animais.

Contribui com a formação de hábitos alimentares saudáveis e adequados, pois, após a convivência com a horta na escola e o consumo dos produtos por eles plantados, as crianças podem melhorar seus costumes alimentares e os de sua família, por meio do maior interesse pelo consumo de legumes e verduras.

A nutricionista da Secretaria Municipal de Educação, Êmily Mota, explica que, “por meio da horta, permite-se ainda, que as diversas disciplinas e campos do conhecimento sejam abordados por meio dos temas e conteúdo definidos pelos professores”.

Jacareí trabalha projeto
PMJ

Meio Ambiente

Para a diretora de Sustentabilidade e Educação Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente e Zeladoria Urbana de Jacareí, Carolina Xavier, outro tema de grande importância associado à horta é a sustentabilidade.

“Os educandos podem aprender sobre e como cuidar do meio ambiente, minimizar o desperdício, economizar água, reciclar materiais e cuidar de uma composteira”, disse.

Acrescentando que a horta incentiva o trabalho em equipe, pois são necessários cuidados desde a construção dos canteiros até a colheita e degustação dos alimentos nas refeições do próprio cardápio da Alimentação Escolar.

“Quando uma criança observa o ciclo da vida e a importância para o homem por meio do ecossistema, vivenciado desde o plantio até a alimentação, a consciência de mundo se amplia, e a cultura da vida saudável do planeta se edifica nos valores que constituem a base da sua personalidade”, afirma Maria Thereza Ferreira Cyrino, secretária municipal de Educação.

Por Apvale.News – Robson Soares com a prefeitura

Veja ainda:

FGTS liberado para nascidos em agosto e setembro

Consumo de bebidas energéticas por menores preocupa

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp