Informação & Inovação

Preço do Gás de cozinha bate recorde histórico!

Preço do Gás

O preço do GLP (gás liquefeito de petróleo), o gás de cozinha, bateu recorde histórico neste mês de abril, atingindo a maior média mensal real (descontada a inflação) deste século.

O botijão de 13kg é vendido no Brasil a um valor médio de R$ 113,48, representando 9,4% do salário mínimo, o patamar mais elevado desde março de 2007 – quando o botijão custava R$ 33,06 e o salário mínimo era de R$ 350.

O levantamento é do Observatório Social da Petrobrás, organização ligada à Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), com base no preço médio mensal do GLP e na média de valores semanais para o mês de abril, divulgados nesta terça-feira (26) pela Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Preço do Gás
REUTERS/Pilar Olivares

Preço do gás compromete cerca de 9,4% do salário mínimo

O botijão de gás de 13kg é vendido no Brasil por um valor médio de R$ 113,48, de acordo com a ANP.

Isso representa 9,4% do salário mínimo, o preço mais elevado desde março de 2007 , quando o botijão custava R$ 33,06 e o salário mínimo era de R$ 350.

O economista Eric Gil Dantas, do Instituto Brasileiro de Estudos Políticos e Sociais (Ibeps), diz que o gás de cozinha está comprometendo o salário mínimo na mesma proporção de 2007.

Ele ainda completa dizendo que nos últimos 15 anos, com a manutenção do preço do gás e a valorização do salário mínimo, essa proporção foi caindo, mas houve uma inversão em 2017 com a alta dos valores do gás de cozinha e o aumento real do salário mínimo.

Preço do Gás
Gov

Auxílio Gás defasado…

Para mais, o valor do gás é mais do dobro do auxílio gás oferecido pelo governo federal às famílias que possuem baixa renda.

O benefício que era previsto para bancar metade do preço de um botijão, atualmente está no valor de R$ 51 cerca de 44,5% do preço médio do gás.

Segundo o Broadcast, com a alta no preço do gás de cozinha, um primeiro efeito imediato foi o crescimento do uso de lenha pelas famílias brasileiras.

Preço do Gás
EBC

Consumidor volta a usar lenha…

De acordo com o economista, entre os anos de 2013 e 2016, segundo dados da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), a população consumia mais gás de cozinha do que lenha.

Porém a partir de 2017 a lenha voltou a ser mais utilizada do que o gás de cozinha nas residências do País e, em 2020, o consumo de lenha já era 7% maior do que o de gás.

Por Apvale.News – Robson Soares

Veja também:

Gripe aviária H3N8 assusta com primeiro caso na China

McPicanha fora do cardápio depois de denúncia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp