Informação & Inovação

Preços de frutas e hortaliças disparam

Preços de frutas

Preços de frutas: A menor oferta de frutas e hortaliças registrada nos principais mercados atacadistas no país influenciaram no aumento de preços de importantes produtos consumidos pelos brasileiros.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) identificou alta nas cotações da batata, cenoura, cebola, banana, laranja, maçã e do mamão comercializados nas principais Centrais de Abastecimento no mês de setembro.

Esse movimento, no entanto, é considerado natural pelos especialistas. As causas para a queda na oferta são várias, conforme informou a entidade, mas destacam-se as variações climáticas e o mercado externo.

Preços de frutas
Batata – Money Times

Preços de frutas sobem, mas o vilão é a batata

Um dos principais vilões nessa alta, o preço da batata, além de reverter um movimento de queda de preços ocorridos desde maio deste ano, teve queda na oferta por parte dos produtores de São Paulo, que diminuíram 8%, e de Minas Gerais, com quase 30%, sobretudo devido às chuvas na metade de setembro, que afetam tanto a qualidade como a logística de escoamento.

Como este cenário deve permanecer, em outubro a tendência é que os preços continuem se elevando, prevê a entidade. O maior aumento do tubérculo foi registrado no Ceasa do Distrito Federal (71,54%), seguido do Espírito Santo (32,96%) e do Rio de Janeiro (31,98%).

As batatas, porém, não estão sozinhas na alta de preços, bem como nem toda responsabilidade recai sobre o tempo.

“As chuvas e o final das safras de inverno acabam dando a toada desse período agora, que é o caso para o tomate, para a batata e cebola, também para folhosos como a couve-flor que já fecham as suas safras de inverno”, comenta o chefe da Seção de Controle de Portaria e Estatística da Ceasa-DF, João Bosco Filho.

Ouça a reportagem de Álvaro Couto:

Mercado externo

Quanto ao mercado externo, a Conab destaca o momento de retração econômica em diversos países, como no bloco europeu, o que reduz a procura pelos produtos brasileiros. E com a menor demanda do mercado externo, os produtores diminuíram a produção.

Preços de frutas

Preços de frutas

A nutricionista Cristiane Coronel orienta o consumidor a diversificar em vez de deixar de consumir:

“Para se ter uma boa variação de frutas na dieta sem gastar muito, opte por aquelas da safra, onde naturalmente elas aparecem em larga escala nos supermercados com os preços mais em conta. São frutas também isentas de fertilizantes e contém também mais sabor e riqueza de nutrientes”,

A especialista incentiva o consumo de frutas, principalmente devido aos seus benefícios, como serem fontes de micronutrientes, como as vitaminas e minerais, de antioxidantes importantes, de fibras e de energia.

Apvale News: por Álvaro Couto, Br61 e Companhia Nacional de Abastecimento (Conab)

Veja ainda:

Inovações no transporte em São José dos Campos

Cerveja segue sendo a bebida preferida dos Brasileiros

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp