Informação & Inovação

Teste de Covid brasileiro custa menos de 1 real

Teste de Covid

Teste de Covid: Um teste rápido e barato para a detecção de anticorpos contra a covid-19 foi criado e patenteado por cientistas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).

Agora resta somente repassar a tecnologia para empresas que produzam e comercializem o produto para chegar ao cidadão comum.

O novo teste pode ser realizado de 7 a 10 dias após iniciarem os sintomas, informando o paciente da infecção ou não-infecção, caso não tenha tido contato com o SARS-CoV-2.

Teste de Covid
Teste rápido SWAB Nasal para detecção

Ele pode ser feito a partir do sangue ou do soro sanguíneo, parte líquida do fluido corporal, e procura por rastros do contato viral para a determinação do contágio.

Teste de Covid tiveram estudos iniciados em março de 2020

Segundo os cientistas envolvidos, a presença de anticorpos específicos, cuja produção é causada pelo vírus, é o alvo: com isso, é possível também saber se a infecção ocorreu há mais ou menos tempo.

Para criar o exame, estudos foram iniciados ainda em março de 2020, com auxílio de um aporte de R$ 750 mil da Codemge (Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais).

Teste de Covid
Ilustração

Desde o início, o objetivo da pesquisa era o desenvolvimento de um teste de covid nacional, de baixo custo e que garantisse que o Brasil não dependesse da importação de exames.

Rodolfo Giunchetti — professor do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG e coordenador do estudo — comentou que a maior parte do kit é feita com insumos de empresas do país.

A sensibilidade da nova tecnologia é de mais de 95%, sendo segura e até mesmo indicada para gestantes, cuja infecção por coronavírus é de mais difícil detecção.

Além dessa vantagem, o preço também é bastante atrativo, já que custa menos de R$ 1,00, outro objetivo buscado pelos pesquisadores desde a primeira fase da pesquisa.

Teste de Covid
Sanarmed

Custo de cada teste

O custo de cada teste é determinado pela compra de insumos: em condições laboratoriais, diz Giunchetti, eles acabam sendo adquiridos por preços mais baixos, o que deixou o exame custando meros R$ 0,77.

Vale lembrar que o contexto empresarial é diferente, então o preço provavelmente será mais alto.

Teremos de esperar até que os testes cheguem às prateleiras — já há pelo menos uma companhia interessada no produto.

ApVale News: Robson Soares com G1

Veja ainda:

Trocas de presentes de Natal: Quais as regras?

Ferrari anuncia lançamento de seu novo F1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp